04 de dezembro de 2015

Check List Viagem Internacional (Completo!) 33 Passos Para Você Seguir

Férias chegando e sempre pinta aquela vontade de fazer uma viagem, não é mesmo?

Esse post traz um check list viagem internacional (completo!) com 33 passos para você seguir sem erro e ter a viagem dos seus sonhos.

Esse check list vem cheio de informações valiosas e repleto de macetes que podem te ajudar (e te salvar) nas suas férias no exterior. Com esses 33 passos você vai conseguir organizar e planejar sua viagem em uma ordem cronológica, tudo para você não se perder ou esquecer algum item importante.

Então prepare-se, pegue um papel e uma caneta, ou dê um Pin na página, salve no email, imprima, faça o que achar melhor, mas não perca essa lista, ok?

Check List Viagem Internacional (Completo!)

 

#1. PASSAPORTE

Escolheu o destino e a data? Então, sem dúvida o passaporte é o primeiro item do check list viagem internacional a ser providenciado (se você ainda não possui um). Siga as instruções do site da Policia Federal, certifique de que tem posse de TODOS os documentos necessários.

Atenção homens com idade entre 18 e 45 anos, é necessário o documento da sua situação com o serviço militar (certificado de reservista, por exemplo), então para quem tem aquela pastinha cheia de documento em casa, é melhor dar uma olhada e ver se está tudo alí. Tirar uma segunda via pode dar uma baita dor de cabeça.

A boa notícia para o brasileiro que está viajando para algum país do Mercosul, é que não é necessário ter um passaporte, basta a carteira de identidade. São eles: Argentina, Bolívia, Chile, Colombia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela.

Check List Internacional Completo - Em Cantos Fotográficos

Se você já possui um passaporte, fique atento a data de validade. A maioria dos países exige que durante a estadia, seu passaporte esteja com um prazo igual ou maior que seis meses antes da data de expiração. Ou seja, se você vai viajar no dia 1 de janeiro e tem data de volta para o dia 10 de janeiro, o seu passaporte não deve vencer antes de 10 de julho.

#2. VISTO

O número 2 da check list viagem internacional é o visto. Esse tópico com certeza é tão importante quanto o tópico do passaporte. Procure saber se é necessário o visto de turista para o destino que pretende visitar. Sem ele você nem passa na polícia federal do país escolhido. Países como Estados Unidos, Canadá, Austrália, China, Japão fazem parte dessa lista. E prepare o bolso, os vistos não costumam ser baratos.

Check list internacional Em Cantos Fotográficos

A boa notícia (mais uma) é que inúmeros países não exigem o documento, muitos da Europa principalmente. Já fui à Itália, Suíça, Holanda e França sem necessidade de apresentar visto. O blog Guia Viajar Melhor recentemente fez um post de uma lista de nada mais nada menos que 55 destinos que não exigem o visto, veja aqui se algum desses lugares foi o seu escolhido.

 

#3. VACINA

Outro tópico importante também é saber se o país escolhido exige a vacina de febre amarela e/ou a malária. Existe uma exteeeeeensa lista no site da OMS, veja aqui a partir da página 3. Caso precise, procure o posto de saúde mais próximo de sua cidade que faça a vacinação.

 

#4. IDIOMAS, HÁBITOS e GASTRONOMIA

Parece bobo, mas esse item da check list viagem internacional pode deixar as suas férias mais tranquilas. Depois de resolver todas as questões burocráticas e de documentação, é hora de olhar para a cidade, ou cidades a serem visitadas, com mais cuidado.

Tenha em mãos um dicionário de bolso, ou um mini guia com perguntas básicas. Nunca se sabe né?! Tenha anotado a tradução de palavras como Entrada, Saída, Emergência, Farmácia e Hospital. Apesar de tudo ser feito por meio de aplicativos ou internet nos dias de hoje, não conte sempre com a bateria do celular ou com a conexão 3 ou 4G.

Confira neste artigo algumas dicas para melhorar o seu inglês => 9 Dicas BOMBÁSTICAS Para Melhorar seu Inglês Antes da Viagem

Agora, se você estiver indo para Angola, Cabo-Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugual, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste está tudo em casa, lá todo mundo fala português.

É sempre bom pesquisar a rotina da cidade, e os horários do comércio de acordo com a estação do ano. Eu visitei Assis, na Itália, durante o outono, eu queria jantar e às 19:30 só tinha um restaurante aberto na cidade inteira.

Pequenas cidades da Europa, realmente fecham o comércio por volta das 18 horas. E não pense que é só na Europa, em Orlando os restaurantes fecham a cozinha por volta de 21:30. Então, cuidado para não se decepcionar.

Fique atento também se sua viagem for para um país com cultura e costumes totalmente diferentes. Alguns tipos de roupas podem não ser bem-vindos. Além disso, é bom pesquisar sobre a gastronomia do local. A Tailândia é linda e talvez um dia eu conheça, mas o Léo teria que passar os dias comendo Big Mac porque detesta comida apimentada.

 

#5. ROTEIRO

Não chegue em uma nova cidade sem saber o que fazer. Bom, isso aconteceu comigo em Milão, mas calma, foi porque a cidade não estava no roteiro, e nada como um Google e um Tripadvisor não resolva.

Mas planeje, estude, tenha em mente o que você mais quer conhecer. Coloque num papel ou numa planilha e pesquise quanto tempo tal atração vai durar, tente encaixar todos os eventos ao longo dos dias de viagem.

Vá na sua Play Store ou Apple Store e procure por um aplicativo super bacana chamado Sygic Travel, ele é um planejador de viagem, oferece roteiros prontos, ajuda a montar roteiros, além de fornecer informações sobre preços, endereços e horário de funcionamento.

O aplicativo ainda permite que você tenha uma idéia do tempo que cada atração levará. É só ir acrescentando quantas atrações você quer visitar por dia e no final ele estima o tempo total do passeio naquele dia.

Te dá opções de inúmeras cidades. Faça o teste acessando o link.

Tenha um ou (se a grana estiver sobrando ou se você conseguir algum excelente preço de hotel) dois dias de “folga”, ou seja, um ou dois dias a mais na cidade. Por mais que você tenha planejado todos os passeios, alguma coisa pode sair do combinado, ou você pode simplesmente amar o lugar e querer curtir atrações mais locais, com pouco turistas.

Eu por exemplo tive que ir nas ruínas de Pompéia duas vezes, porque cheguei 12:00 e a cidade é tão grande, tão grande, que não consegui ver tudo em uma tarde.

Esse tópico da check list viagem internacional muito valioso.

 

#6. HOTEL

Bom, depois que você pesquisou sobre a cidade e já sabe onde quer ir, a minha dica valiosa é: FICAR PERTO das atrações que você escolheu. Apesar da Trivago ter uma campanha comercial mais forte, eu sempre comprei no Booking.

O Em Cantos Fotográficos é um blog parceiro do Booking, como eu já explique aqui na Política do Blog. Entretanto, fique a vontade para pesquisar hotéis nos sites de sua preferência.



Booking.com


Essa dica para quem não vai alugar carro ou moto é fundamental. Evita o cansaço, além de te dar a liberdade de passar no hotel caso aconteça alguma coisa. Eu gosto de seguir esses passos mesmo para as viagens com carro. É só procurar pelos hotéis com estacionamento gratuíto.

ATENÇÃO! Uma ou duas semanas antes da sua chegada, mande um email para o hotel confirmando a reserva, MESMO QUE SUA VIAGEM TENHA SIDO FEITA POR INTERMÉDIO DE UMA AGÊNCIA DE VIAGENS.

 

#7. RESTAURANTES 

Pesquise sobre os restaurantes mais legais da cidade, separe um ou dois dependendo dos preços e veja os comentários de quem já foi. É sempre bom saber o que há de bom para comer, afinal, viajar e comer combinam totalmente.

Check List Internacional Completo - Em Cantos Fotográficos

#8. MOEDA

Sempre acompanhe a cotação da moeda e a opinião dos especialistas se é um bom momento para comprar ou não. Eu particularmente não gosto de deixar para última hora. Com dois meses eu já vou comprando, dependendo da moeda ou da cotação.

Não compro no aeroporto e nem em casa de câmbio do próprio país, é sempre mais caro. Pela minha experiência, notei que o Banco do Brasil tem preços muito atraentes.

Check List Internacional Completo - Em Cantos Fotográficos

#9. CÁLCULOS

Administre seu dinheiro, planeje um orçamento diário de despesas como alimentação, teatros, shows, museus, compras, passeios e presentes. Sim, presentes, lembre-se que você tem mãe, pai, irmã, filho, neto, melhor amigo(a)…

Some todos esses gastos e divida pela quantidade de dias que você vai ficar. Chegou a um número? Então leve pelo menos mais 15% desse valor. Emergências acontecem.

 

#10. CARTÕES (PRÉ-PAGO E DE CRÉDITO)

Procure o seu banco e veja se ele disponiliza algum cartão pré-pago. Você coloca a quantia desejada e pronto, pode usar sem ter que levar bolos de dinheiro. Umas das desavantagem é o IOF, e também a possibilidade de você perder esse cartão.

Se você ainda não tem, peça à seu banco um cartão de crétido internacional. Evite usá-lo durante a viagem, para não pagar as temidas taxas do cartão, mas é sempre bom ter em caso de emergência.

Na viagem da Itália que alugamos o motorhome, sem querer paramos numa cabine do pedágio que o pagamento era só em cartão, não teve jeito, passei 1 euro e 20 centavos no crédito.

Caso você já possua um ou mais cartões, avise o seu banco sobre a viagem e que você poderá usar. Eles perguntam o país e o período da viagem e seu cartão estará liberado para uso durante aquele tempo.

Tire foto da frente do cartão para você sempre ter o número. O código de segurança e os telefones para contato no exterior anote em um lugar seguro. Em caso de perda ou roubo, seguir essa dica pode te deixar mais tranquilo.

 

#11. VOU DIRIGIR

Procure saber se no país que você está indo visitar e alugar um carro,  a locadora exige o PID (Permissão Internacional para Dirigir), preencha os campos obrigatórios no site do Detran-RJ, pague o DUDA e faça o agendamento no posto mais próximo de você. Em média, o documento fica pronto em 3 dias úteis.

Se você for de outro estado, vá no site do Detran de sua região, clique na categoria Habilitação>Agendamentos>Permissão Internacional (PID) ou CNH para Habilitados no Exterior.

Alguns países, como os EUA não exigem essa documentação extra. É só apresentar a sua carteira de habilitação válida (por favor!) e todas as locadoras aceitam e você já sai dirigindo. Já na Itália, é diferente.

Quando eu fui alugar o motorhome, eu fiz um teste e entreguei minha carteira de motorista brasileira primeiro, a que eu uso aqui, e imediatamente a pessoa que estava me atendendo me pediu a permissão internacional válida.

Se você não conseguir achar essa informação para o país que você está indo, na dúvida, faça o documento extra, tire uma PID e evite dores de cabeça. Para saber como fazer o documento, veja aqui.

 

Check List Internacional Completo - Em Cantos Fotográficos

#12. MAPAS e APLICATIVOS

A maioria dos hotéis, ou postos de informações turíscas oferecem mapas da cidade gratuitamente. Tenha sempre um na bolsa.

Já os aplicativos, o Google Maps ajuda e muito, te dá opções de chegar ao local de carro, bicicleta, a pé ou de transporte público. Não tenha medo de usar. Fui de um lado para o outro nas grandes cidades da Italia de ônibus, metrô, a pé e de moto sem erro.

Se a coxeão da internet estiver ruim, alguns mapas offline podem ajudar. Se você procurar no Play Store ou na Apple Store por “Mapas Offline” ou “Offline Maps” o primeiro resultado será o Maps.me. Baixe antes da sua viagem e teste na sua cidade para ganhar confiança.

Baixe um ou dois aplicativos  da cidade que você está indo visitar. Além do Sygic Travel que citei acima, baixe o Tripadvior, é sempre bom saber o que as pessas andam dizendo das atrações.  Se for o caso, baixe também um aplicativo do metrô da cidade.

O Paris Metro sem dúvida é um dos meus aplicativos de viagem preferidos. É muito eficiente e preciso, usei muito durante minha estadia. Sem erros e medos. Pode confiar.

Check List Internacional Completo - Em Cantos Fotográficos

#13. ALUGUÉL DE MOTO, CARRO ou MOTORHOME

Na Itália por exemplo, motos até 125 cilindradas podem ser guiadas por portadores de carteira de habilitação categoria B. Acima de 125 cilindradas é necessária a apresentação da carteira com categoria para moto, A. Então, busque saber qual documentação a locadora exige para cada tipo de motocicleta.

Se você for alugar algum desses, fique atento as dicas anteriores 11 e 10. A permissão é extremamente importante. E um cartão de crédito internacional com um limite bacana é indispensável. Há um valor X que será bloqueado do seu cartão, toda seguradora faz essa exigência para cobrir uma eventual intercorrência.

Certifique-se que o seguro da moto ou do automóvel é o mais completo. Não deixe de checar com a locadora o que cobrem os seguros oferecidos. Se estiver fechando a viagem com uma agência, cobre de seu agente essas informações.

Faça uma cotação sem compromisso aqui, na Rental Cars, a empresa também é uma afiliada do blog.

 

Nesse post, eu conto como é simples alugar um motorhome on line pela McRent, a maior empresa de aluguel de motorhome da Europa. Clique aqui e confira.

 

#14. SEGURO VIAGEM

Nem pensar em sair do país sem um seguro viagem. Vários países não liberam a sua entrada por falta de um seguro, além disso, acidentes acontecem, pessoas se machucam, leve ou gravemente. Alguns bancos, cartões de crédito e até mesmo a seguradora do seu automóvel oferecem esse serviço, procure o seu e compare os preços com as grandes empresas.

A Real Seguro Viagem também é uma parceira do blog como já mostrei aqui. Compare os preços clicando no banner abaixo.

Seguro viagem geral 728x90

Caso você tenha feito o seguro fora da Real Seguro Viagem, não pegue o código e simplesmente vá. Não! Entre em contato com a seguradora e pesquise os hospitais que você pode recorrer, tenha os telefones de emergência para a cidade onde passará as férias, como ambulância e hospitais. Leia a apólice e saiba o que você tem direito.

 

#15. GUIAS DE VIAGEM (LIVROS)

Por mais que a internet te dê uma infinidade de dicas e oportunidades, às vezes, a infomação pode ser tanta que você acaba se perdendo. Eu adoro os livros guia, e indico. Vá a uma livraria, não compre na internet, vá folhear os livros, escolha o que mais se aproxima do seu estilo de viagem. Se é uma viagem cultural procure o guia com mais dicas de museus e uma breve história do local. Se for uma roadtrip escolha o guia que fale das estradas e paradas. Se você quiser apreciar os vinhos da região, procure um guia mais específco. Tem de tudo!

Check List Internacional Completo - Em Cantos Fotográficos

#16. PESQUISE UM SHUTTLE BRASILEIRO

Se você fechou a sua viagem em alguma agência e o translado aeroporto-hotel-aeroporto está incluído, beleza. Se você vai alugar um carro no aeroporto, show de bola. Mas caso o seu pacote não inclui esse serviço, ou você fechou toda a sua viagem sozinho, ou não vai alugar o carro no aeroporto, pesquise no Google por “shuttle ‘cidade a ser visitada’ brasileiros”, por exemplo: shuttle paris brasileiros. Geralmente são empresas montadas por brasileiros que moram na cidade, e que tem preços próximos ou melhores que os táxis dos aeroportos.

Por que brasileiros? É bem mais agradável chegar numa cidade nova e diferente e ter um compatriota dando algumas dicas de meteorologia, costumes, restaurantes, horários, além de de jogar uma conversa fora. Em Paris, apesar de ter uma empresa de brasileiros que faz esse serviço, contratamos uma outra, onde o motorista era um árabe super simpático, mas foi complicado conciliar um inglês tupiniquim com um inglês ali babá.

Se for para Roma, veja aqui neste artigo sobre a minha experiência com a Elmocar.

 

#17. CONFIRME A RESERVA COM O SHUTTLE

Assim como você deve sempre confirmar a reserva do hotel uma ou duas semanas antes da sua viagem, entre em contato com a empresa do shuttle dois ou três dias antes de sua chegada e confirme se está tudo certo. Geralmente eles disponibilizam o número de Watzapp da empresa, facilitando o contato.

 

#18. CONTATO DA EMBAIXADA BRASILEIRA

Procure saber o endereço e o telefone da embaixada brasileira no país que você estiver indo visitar. Tenha em mãos essas informações e deixe também com parentes.

 

#19. TELEFONE CELULAR

Se você for usar a sua linha do Brasil, entre em contato com a operadora para ativação do Roaming Internacional, só assim a sua linha irá funcionar. Caso contrário seu telefone ficará “sem serviço” a viagem inteira. E saiba tudo sobre as tarifas que serão cobradas.

Se você for comprar um chip do país visitado, ótimo. É só pesquisar a empresa que oferece o melhor custo benefício da cidade e pronto. Nos EUA eu comprei um chip da AT&T na T-Mobile e na Itália comprei na TIM (que por ser italiana tem um sinal incrível, diferente do sinal no Rio de Janeiro, um dos piores), ambos com opção de ligações internacionais e 3G. Essas dicas eu vou dar com mais detalhes quando eu falar dessas viagens, ok?

 

#20. PREVISÃO DO TEMPO

Fique acompanhando a previsão do tempo da cidade (ou cidades) que você vai visitar. Não adianta ir para a Europa no outono achando que vai usar todos os casacos do mundo se em Roma, por exemplo, eu peguei 28 graus e andei de camisa em pleno novembro.

 

#21. RESTRIÇÕES DA BAGAGEM DE MÃO

No geral, uma pessoa tem direito a entrar no avião com uma mala pequena e uma bolsa ou mochila. Porém, muitos ítens de viagem não podem estar na sua bagagem de mão, devem ser despachadas. Então, anote a lista e não marque bobeira.

Não pode: objetos pontiagudos e cortantes (tesourinhas de unha, cortadores de unha, alicate, lâminas de barbear e seringas), Embalagens com mais até 100ml. Medicação acima de 100 ml deve ser apresentada junto com a receita médica. Álcool e outros líquidos não adquiridos na área duty free. Não é permitido também armas, materiais inflamáveis e explosivas, substâncias químicas e tóxicas. Bebidas compradas no freeshop podem entrar com você no avião, bebidas compradas fora do freeshop não poderão entrar, serão despachadas dentro de suas malas.

Já os eletrônicos, como máquina fotográfica, laptop, ipad entre outros objetos mais valiosos, como relógios e óculos, DEVEM estar na sua bagagem de mão. Evite despachar pertences de grande valor. Leve para a sua viagem notas fiscais dos eletrônicos comprados no Brasil.

 

#22. BAGAGEM

Uma pessoa poderá despachar duas malas grandes. O peso pode variar entre 28Kg ou 32Kg, mas sempre confira o peso exato com sua cia aéra. Estou preparando um post com dicas do que levar na viagem internacional. Assim que estiver pronto, eu posto o link aqui.

Veja nesse artigo o que levar na mala de viagem para a Europa.

 

#23. MEDICAMENTOS

Medicamentos básicos que você tem em casa, devem ser levados para viagem. Remédios para dores de cabeça, anti-inflamatórios que já tenha usado antes, remédio para enjoo, diarréia, antigripal e febre DEVEM estar na necesserie. O mesmo vale para quem viaja com criança. Caso tenha algum remédio mais específico, como antibiotico, fique com a receita médica junto para eventual apresentação. Certifique-se de todas as medicações que você poderá precisar. Eu esqueci meu descongestionante nasal na viagem para Roma – sou um pouco dependente disso – e não fazia idéia de como ia pedir aquilo na farmácia. Pensei em fazer mímica. A minha sorte foi que a língua tem muita coisa em comum e consegui ler a embalagem nas máquinas 24horas que ficam do lado da maioria das farmácias em Roma.

Leve o máximo de medicação que você puder. Sua viagem pode se tornar um pesadelo se você estiver em Jerusalém morrendo de dor nas costas.

Check List Internacional Completo - Em Cantos Fotográficos

Dia de Teste

#24. ADAPTADORES

Se você estiver indo para a Suíça, relaxe. Acredite, o Brasil e a Suiça tem uma coisa em comum. Não é a educação, não é a organização, nem de longe o IDH (índice de desenvolvimento humano), o queijo ou o chocolate, é a tomada. Sim, incrível.

Na Suíça você poderá usar sem medo aquele equipamento novo que você comprou no Brasil, mas também teve que comprar um adaptador de três furinhos porque na sua casa as tomadas ainda são antigas.

Mas, se a Suíça não está no seu roteiro, procure no Google, na parte de imagens, como é a tomada do país a ser visitado. Em grande parte da europa, você poderá usar aqueles equipamentos clássicos no Brasil de dois furinhos. Mas atenção, no Reino Unido é completamente diferente. Austrália e África do Sul também tem tomadas incrivelmente diferentes.

Dia de Teste

#25. AGENDA DO LOCAL

Pesquise se acontecerão shows, eventos, festas e feriados na cidade. Uma vez eu escolhi passar o Halloween em Orlando só para sentir aquela magia que eu assistia nos filmes quando era criança, e poder ir numa festa Halloween nos EUA, claro!

 

#26. INTERNET BANKLINE

Ative a movimentação online de sua conta. Acompanhe as contas que você agendou e confira se está tudo certo.

 

#27. EMPRESA AÉREA

Se você fechou sua viagem com uma agência, peça ao agente que informe a cia aérea e veja as exigências do peso da bagagem. Se os assentos não foram marcados pelo agente, faça diretamente com cia aérea por telefone, se possível.

Se a compra da passagem for feita diretamente no site da cia aérea, melhor ainda, você receberá um email com todas as informações necessárias. E quando puder, marque os lugares.

Fique atento à diferença entre conexão e escala. Na conexão há troca de aeronave em determinada cidade ou até mesmo país. Já na escala, não há necessidade de sair do avião nas paradas. E o voo direto é a alegria do povo!

 

#28. CHECK-IN

O check-in nada mais é que a confirmação de que você estará naquele voo. Fazer o check in em casa ou no hotel via internet é sempre melhor e mais rápido, evita as filas estressantes. No site da sua cia aérea, faça o check in de TODAS as pessoas que irão viajar. Se achou complicado fazer o check-in, você pode tentar fazer nos totens da cia aérea que ficam antes das filas de check-in. Lá, sempre há alguém da empresa aérea que ajuda em caso de dificuldades. Se não conseguiu fazer o check-in via internet ou no toten, não tem jeito, a fila para os balcões da cia aérea é a sua última chamada.

 

#29. AEROPORTO

Para um voo nacional, o recomendado é chegar com uma hora antes do embarque. Já para voos internacionais, é fundamental chegar com 2 horas ou 3 de antecedência. Não deixe nada para cima da hora.

 

#30. AGENDE O PAGAMENTO DE SUAS CONTAS

Se você estiver viajando durante um período que suas contas vencem, entre em contato com as empresas das contas (Light, Ceg, NET, Sky, empresas de celulares, escola do filho, faculdade, seguro do carro) e peça para que um boleto seja gerado, ou gere o boleto via internet mesmo. Vá a um caixa eletrônico ou acesse o banco pela internet, e opte por agendar pagamento ou pague de vez, se possível. Nada mais desagradável do que chegar de viagem e encontrar a caixa de correio cheia de contas atrasadas. Se sua viagem foi para desestressar, você já se estressa de novo com as multas geradas.

 

#31. DOCUMENTOS EM MÃOS

Principalmente na imigração, tenha todos os documentos em mãos. Sempre será necessário o passaporte, entretanto, existe a possibilidade do agente federal pedir mais alguns documentos complementares como o voucher do voo de volta, voucher do hotel (ou dos hotéis que você irá se hospedar), voucher do aluguel do carro, se for o caso.

Tenha também o seguro viagem e o recibo da casa de câmbio onde você trocou a moeda. Tenha todos esses documentos em uma pasta na bagagem de mão.

Os documentos para ter em mãos durante os dias de sua viagem são o passaporte (ou xerox autenticada se preferir deixar o original em local mais seguro), o seguro viagem e cartão de crédito. Caso você perca algum documento como carteira de identidade ou cpf, tudo poderá ser resolvido no Brasil depois de sua chegada.

Caso perca ou tenha o passaporte roubado, o processo é mais chato. Faça um registro da ocorrência em uma delegacia local, depois apresente esse boletim de ocorrência junto com uma identidade a uma representação consular brasileira e peça o documento de Autorização de Retorno ao Brasil.

Check List Internacional Completo - Em Cantos Fotográficos

#32. PORTA PASSAPORTE

Eu não gosto de deixar meu passaporte no cofre do hotel, nem na bolsa ou mochila, ele fica grudado comigo, recomendo que você faça o mesmo. Tenha um porta passaporte, também conhecido como pochete ou money belt.

Ele é bem fininho, e não gera muito volume. Tem modelo em tecido, couro e se você for um corredor (como eu) pode usar também a pochete de corrida em neoprene. Alí você pode colocar o passaporte, algum dinheiro, além de um cartão de crédito para eventualidades.

Dica bacanuda! Antes de colocar o passaporte e o dinheiro na pochete, coloque-os primeiro em um saco plástico, tipo Ziploc. O tempo pode mudar, um toró pode cair, e tudo ficar molhado. Além dessa dica ser super útil também para quem está indo para a Disney, que é cheia de atrações que envolvem água.

 

#33. FORRE A MALA COM PLÁSTICO E TIRE FOTO

Antes de colocar qualquer coisa nas malas que serão despachadas, pegue um super big ultra saco de lixo, corte-o para ficar maior ainda, forre toda a parte interna da mala, deixe um bom pedaço para o lado de fora para que você possa fechar sua “mala de plástico”.

Antes de cobrir suas coisas com o outro pedaço de plástico ou com um outro saco, tire foto da sua arrumação. Depois cubra tudo com o plástico e feche a mala, faça uma outra foto, da sua mala fechadinha.

-Por que o plástico? Esqueça aquelas malas duras, elas quebram, e suas coisas podem ir caindo do Rio até Sidney. Não é uma piada, essa estória é baseada em fatos reais. Aconteceu com uma amiga minha. Então, tenha malas de tecido, essa dica é tão valiosa que deveria ser vendida. Brincadeira!

Quando você despacha a mala, o funcionário pega sua mala na esteira sem nenhum carinho, coloca no carrinho e leva até o avião, e esse carrinho geralmente é aberto. Quando o avião chega em seu destino, o funcionário recolhe as malas do avião e as leva até a esteira, também num carrinho aberto.

Se em um desses processos, estiver chovendo na cidade, chovendo muito, é bem capaz de você receber uma mala cheia de roupas molhadas. Foi o que quase aconteceu com a prima do Léo, ela chegou em Paris e estava chovendo a vida, ela pegou a mala encharcada na esteira, mas as roupas estavam secas graças aos sacos de lixo.

-Por que as fotos? Se sua mala chegar até você quebrada ou rasgada, vá até a cia aérea e mostre a foto de antes e o estado da mala depois da viagem. Você não pode arcar com esse prejuízo que a empresa te deu. Busque seus direitos. Além disso, é sabido que furtos acontecem, então as fotos da mala aberta, com suas coisas, pode ser útil se você der falta de algum ítem.

Faça isso principalmente se você estiver saindo dos EUA, a polícia federal americana abre algumas malas que possam conter objetos estranhos no raiox. Uma vez eu trouxe um mixer, aquele multi-processador de alimentos, cheio de lâminas, óbvio que quando eu cheguei em casa tinha um bilhetinho dos federais comunicando que a mala foi revistada. Sim, eles colocam um aviso na sua mala quando ela é aberta. Cortez, né?

E aí, gostou do post? Esse check list viagem internacional completo foi útil para você? Compartilhe o post com alguém da família ou amigos que tenham planos de viajar. Me conte nos comentários suas experiências. Participe. Sua opinião é muito importante para mim.
Beijos da Zê

Comente via Facebook
Deixe um Comentário
24 Comentários
  1. glaucia giacchetto greggio • 24 de agosto de 2017 - 12:15

    Existe um acordo entre o Brasil e alguns paises (no momento são: Cabo Verde, Itália e Portugal) onde você tem acesso gratuito ao sistema publico de saude.
    Neste link http://sna.saude.gov.br/cdam/ você tem todas as informações.
    Já fiz esse seguro por várias vezes, nunca precisei usar (graças a deus), então não posso avaliar. Bem como não posso avaliar os seguros pagos.
    Na dúvida, faço o seguro que o cartão de credito internacional me oferece, caso eu tenha comprado as passagens por ele e alugado o carro por ele também.

  2. […] faça, você encontra fácil no Blog da migue Zê, o Emcantos Fotográficos, mais especificamente aqui. Foi essa listinha que usamos para preparar nossos documentos, o que facilitou muito a nossa vida. […]

  3. Natália Batista • 07 de fevereiro de 2017 - 14:47

    Achei ótimo!!

    • Zelinda Arêas • 16 de fevereiro de 2017 - 10:31

      Obrigada, Natalia! Seja muito bem-vinda a esse cantinho :)

  4. Michelle • 05 de dezembro de 2016 - 18:16

    Muito bom suas dicas são valiosas e ajuda muito quem vai fazer a 1ª viagem Internacional!!

    • Zelinda Arêas • 06 de dezembro de 2016 - 14:33

      Muito obrigada, Michelle. Fico feliz que tenha gostado!

      Seja sempre bem-vinda a esse cantinho :)

      Beijos da Zê

  5. Mônica • 28 de novembro de 2016 - 11:48

    Miga, que post lindo! Vou imprimir pois vamos precisar em breve.Viagem internacional só fizemos aqui pros vizinhos, então não “careceu” de quase nenhuma doc.

    Se nossa próxima trip rolar mesmo eu vou linkar suas dicas no nosso blog.
    Tô passeando por aqui e achando fofo de mais!
    Quando nosso site tiver migrado totalmente eu te chamo para saber da sua opinião. :)

    Um chêro.
    Saudades :*

    • Zelinda Arêas • 29 de novembro de 2016 - 13:33

      Moniquinha, sua linda! Que bom que gostou do post. Fico tão contente com esse feedback.Se tiver alguma dúvida, fica a vontade para perguntar, ok?
      Muito feliz que esteja conhecendo um pouquinho mais do blog.
      Obrigada pelo carinho!
      Beijos

  6. Rosane G B • 30 de agosto de 2016 - 09:19

    Olá, Zelinda! Parabéns pelo post. Está um Encanto esse blog. Sou mãe e pude ajudar na viagem dos filhos. Será que vc sabe a abrangência disso na vida de seus leitores?? É muito bom! Obrigada.

    • Zelinda Arêas • 30 de agosto de 2016 - 10:34

      Rosane, você sabe o quão gratificante é ler um comentário como esse?

      Fico imensamente feliz por saber que esse post está ajudando na viagem dos seus filhos. Espero que eles possam ter uma experiência maravilhosa e que as recordações sejam as mais incríveis ;)

      Seja muito bem-vinda ao blog e fico a disposição para ajudar no que for preciso.

      Beijo grande

  7. Paloma Lugão • 01 de agosto de 2016 - 16:44

    Adorei a dica do aplicativo. O blog está lindo! Parabéns, Zelinda :)

    • Zelinda Arêas • 01 de agosto de 2016 - 17:50

      Seja bem-vinda, Paloma!!!

      Que bom que curtiu a dica, fico muito feliz! Essa sempre foi a minha intenção com o blog: compartilhar dicas, ideias e até as furadas, por que não?

      Adorei o seu comentário.
      Volte sempre ;)

      Beijos da Zê

  8. Andreia Rzezinski • 28 de julho de 2016 - 17:04

    Showww !!!!!
    Adorei as dicas !!!
    Estou indo para Paris e os aplicativos vão dar um super help !!!

    • Zelinda Arêas • 28 de julho de 2016 - 18:51

      Deia, que surpresa maravilhosa te ver por aqui!!!
      Paris, que delícia!!!
      Fico feliz que tenha gostado das dicas, você não vai se arrepender com os aplicativos!!
      Vou ficar de olho nas fotos ;)
      Saudades…
      Beijos mil

  9. Patricia Melo • 23 de maio de 2016 - 21:07

    Oi Zê,
    Dicas perfeitas! Tudo anotado!!!! :)

    • Zelinda Arêas • 25 de maio de 2016 - 17:30

      Oi, Party! Que bom te ver por aqui!!!
      Fico feliz que tenha gostado do artigo e que ele tenha sido útil!
      Um beijo

  10. "Claudia • 03 de janeiro de 2016 - 10:02

    Adorei as dicas. São muito boas mesmo!

    • Zelinda Arêas • 03 de janeiro de 2016 - 17:00

      Obrigada, Claudia. Seja muito bem-vinda a esse cantinho que também é seu!
      Beijos

  11. Carolina Bittencourt • 13 de dezembro de 2015 - 14:14

    Meu amor por esse post é gigante! Muito muito útil!!!!!

    • Zelinda Arêas • 13 de dezembro de 2015 - 21:18

      Meu amor por saber que você também gostou é maior. Muito gratificante saber que meu blog tem conteúdo de qualidade e é útil para as pessoas.
      Um beijo Carol

  12. Thaís Thomazini • 11 de dezembro de 2015 - 20:01

    Nossaaaaa ameiii esse post! Muito obrigada! Alguns ítens eu já fazia, mas outros nem tinha pensado. Ótimas dicas, adorei! Já salvei no meu email. Vou compartilhar também!

    Bjsss, Thaís.

    • Zelinda Arêas • 13 de dezembro de 2015 - 21:20

      Thatá, você não faz ideia do quão gratificante é receber esse tipo de feedback. Fico muito feliz por você ter gostado e querer dividir esse artigo com seus amigos. Muito obrigada pelo comentário e pelo carinho.
      Beujo da Zê

  13. Leonardo Meireles • 07 de dezembro de 2015 - 22:35

    Post excelente!!! Dicas top!!!! Parabéns!!!!

voltar
para o
topo