03 de outubro de 2017

Conheça as belas praias do Recreio dos Bandeirantes

Repare nessa frase: Conheça as belas praias do Recreio dos Bandeirantes. Praias. Plural. Você já se deu conta de que de todos os bairros da orla carioca, o Recreio ostenta opções para todos os tipos e gostos?

Surpresaaaaaa!

Sim, isso mesmo. O bairro, que fica localizado na Zona Oeste do Rio de Janeiro, só surpreende no quesito beleza naturais, e eu não me canso de falar aqui. Pois bem, confira agora nesse post as belíssimas CINCO praias do Recreio.

As Praias do Recreio dos Bandeirantes

1)Praia do Recreio

A praia principal, digamos assim, fica localizada na Av Lúcio Costa. É a continuação da Praia da Barra da Tijuca e Reserva e segue o padrão das demais praias da orla carioca com uma grande avenida ligando um extremo ao outro e que nos domingos e feriados, vira área de lazer. Concentra a maior parte dos hotéis, seu calçadão é largo, contém ciclovia e ainda possibilita a prática de diversos exercícios ao ar livre, aluguel de bicicleta e pista de skate.

Praias do Recreio dos Bandeirantes

Do lado esquerdo da Pedra do Pontal, a Praia do Recreio é a maior e em extensão e dá continuidade à orla até a Praia da Reserva e Barra da Tijuca.

 

Deu fome? Que tal essa opção na Praia do Recreio => Pesqueirinho: um cantinho secreto no Recreio

2)Praia do Pontal

Pequeno trecho de praia, na altura do Posto 12, ganhou esse nome devido à sua proximidade com o rochedo chamado Pedra do Pontal. Em dias de maré baixa, é o principal trecho escolhido por famílias que tem crianças ou por pessoas que não sabem nadar devido às suas águas calmas e ausência de ondas.

Realmente é uma praia delícia para curtir e relaxar, porém, se puder, vá em dias de semana. Finais de semana chega ser insuportável.

Também é o ponto de partida para quem quer subir a Pedra do Pontal.

Praia do Pontal, águas calmas e cristalinas (Foto gentilmente cedida por Allan Siqueira)

3)Praia da Macumba

Começa logo depois da Praia do Pontal, e tem o nome original de Praia do Pontal de Sernambetiba. A Praia da Macumba ganhou esse nome popular porque há alguns anos, por ser uma praia de frequência baixíssima, os adeptos religiosos da Umbanda e Candomblé, tinham o hábito de fazer oferendas à Iemanjá e Orixá.

Com a revitalização da área, acessos facilitados de carros e transporte público, a praia hoje é conhecia com o paraíso dos surfistas e ganhou notoriedade internacional quando foi escolhida para sediar a etapa do WTC em 2016.

Quando as condições do mar estão boas, é muito difícil não ter um grupo de surfistas na água. É também a área que concentra mais hostels e pousadas. A Pedra da Macumba, uma grande estrutura rochosa no meio da praia, divide a Praia da Macumba em duas partes. Uma com uma pequena pista de mão dupla para os carros, e a outra com uma pequena rua apenas para moradores. Faixa de areia grande e quiosques rústicos dão a ideia de cidade do interior.

E é no cantinho direito da Praia da Macumba, que existe um guindaste abandonado. Sofrendo com a ação do tempo, maresia e de alguns pichadores, a estrutura virou cenário de ensaios fotográficos e video clipes.

Praias do Recreio Macumba

Essa praia tem uma atmosfera ímpar e por vezes, te faz esquecer que está dentro do Rio de Janeiro.

Que tal um picnic? Meu cantinho favorito. ATENÇÃO: JOGUE SEU LIXO NO LIXO, NÃO DEIXE NA PRAIA/TRILHA.

Praias do Recreio Guindaste

O guindaste hoje é quase uma atração turística

Além das praias, o Recreio tem opções incríveis para apreciar a paisagem, cada uma mais linda que a outra => Conheça 4 viewpoints no Recreio dos Bandeirantes de cair o queixo

4)Praia do Secreto

Ou por vezes chamada apenas de Secreto. Definição de praia: faixa de areia, em declive suave, que confina com o mar. O Secreto é uma piscina natural, entre a Praia da Macumba e a Prainha, e que quando a maré está baixa, bem baixinha mesmo, a areia aparece e nesse caso sim, vira uma micro praia. Caso a maré esteja um pouco mais cheia a ponto da faixa de areia sumir, a praia vira uma piscina natural, devido às pedras ao redor. Maré alta e dias de ressaca, nem pensar!

A praia ganhou esse nome devido ao seu acesso difícil, sendo necessário andar por uma trilha e descer um trecho bem chatinho de rocha.

É ou não é um mini-paraíso no meio da cidade grande? (Foto gentilmente cedida por Lily Pestana blog Apaixonados por Viagens)

Mas atenção, vamos ter cuidado, consciência e preservar sempre (Foto gentilmente cedida por Maurício Oliveira blog Viagens Possíveis)

Em dia de mar agitado, nem pensar! (Foto gentilmente cedida por Allan Siqueira)

5)Prainha

A cereja do bolo, a queridinha da casa, aquela que você quer colocar numa caixinha para não acontecer nada de mau com ela. Linda, pequena e com o mínimo de intervenção humana, a praia e a mata são áreas de proteção ambiental. Na pequena orla, não há energia elétrica, os dois quiosques e o único restaurante do lugar funcionam com mini geradores. Já o Parque Natural Municipal da Prainha conta com um moderno sistema de produção de energia renovável gerada por luz solar.

A praia também é muito procurada pelos surfistas que não dispensam uma boa onda. Para quem curte trilhas, é na Prainha que começam as trilhas para dois dos quatro viewpoints do Recreio. Confira aqui as lindas paisagens.

Praias do Recreio Prainha

Eu amo pedalar até aqui e apreciar essa vista linda!

Praias do Recreio Rio de Janeiro

Pequena e delicada

E que tal uma praia bônus?

Logo depois da Prainha, um ou dois minutos de carro, você chegará na belíssima Praia de Grumari. Verdadeiro paraíso em meio ao caos da cidade grande. Muito verde, zero construções, ondas boas, poucos quiosques e no cantinho esquerdo, a Praia de Abricó, única praia naturista na Cidade Maravilhosa. Vale a pena conferir a região.

Praias do Recreio Grumari

E afastada de todo o caos do centro da cidade, zona sul e pontos turísticos, a estupenda Praia de Grumari (Foto gentilmente cedida por Allan Siqueira)

Gostou de saber mais sobre as praias do Recreio? Eu acho lindas, e você? Deixe nos comentários sua opinião ;)

Beijos da Zê

Comente via Facebook
Deixe um Comentário
voltar
para o
topo